Gritos, fogos e buzinas: como isso afeta seu cão?

Em época de festa surgem os comentários e posts nas redes de tragédias devido ao barulho. Você sabe porque? Nossa veterinária conta tudo o que você precisa saber para garantir a saúde e bem-estar do seu pequeno



Fonte: flickr

O que para nós é só um ruído alto, para os cães pode ser um estrondo que tende a acarretar

uma intensa e sensível resposta emocional de proteção, como o medo e o estresse. Eles

geralmente demonstram esse medo escondendo-se debaixo de móveis, chorando, latindo,

batendo com as patas no chão e até mesmo urinando. Muitos ficam desesperados nessas

horas, podendo causar acidentes como fugir desesperadamente, se jogar em portas de vidro,

iniciar brigas com outros cães etc. Ajudar o seu cão a lidar com ruídos altos é importante

porque a ansiedade associada à fobia normalmente aumenta com o passar dos anos.


Os cães precisam aprender que esses e outros barulhos comuns do dia-a-dia (como aspirador) não são um problema e que ele está seguro. Uma boa medida preventiva é conversar com um adestrador ou veterinário comportamentalista e iniciar um treinamento para acostumá-lo. Uma das técnicas mais simples é colocar esses sons em dias tranquilos, tentando relacioná-los a coisas e momentos bons do dia, para que ele associe o barulho a algo positivo (como brincadeiras ou petiscos). Punir seu cão, de qualquer forma, irá apenas aumentar o medo e a ansiedade porque ele vai associar o ruído ao medo e à punição.


Afagá-lo ou confortá-lo demasiadamente também não é uma boa ideia porque isto o ensinará que o comportamento ansioso é adequado. Ao fazer isso você está reforçando o medo e dizendo que você pode protegê-lo e assim toda vez que isso acontecer ele vai querer ficar com você, na sua cama ou no seu colo. Isso pode causar sérios acidentes e muito desespero para ele quando ficar sozinho em casa.


O que você pode fazer para ajudá-lo?


_ Providencie uma caminha ou local de refúgio onde o seu cão possa se sentir seguro. Se o seu cão tem já um local selecionado, talvez seja este o local que você deve tornar confortável.

Coloque feromônio materno em difusor na tomada mais próxima possível da caminha ou

esconderijo;


_ Procure manter a calma. Os cães são experts em linguagem corporal e vão perceber se você só estiver fingindo. Enquanto os ruídos ocorrem, tente ignorar comportamentos de medo tais como, ofegar, tremer e “choro”. Se possível tente distrair o seu cão com novos brinquedos, brincadeiras ou petiscos;


_ Assegure-se de fechar as portas e janelas. Você pode colocar algodão ouvidos do seu cão para que a intensidade do som seja menor, desde que ele não se sinta incomodado;


_ Tente não deixar o seu cão sozinho durante os momentos de ruídos previsíveis. O cão se

sentirá mais relaxado quando alguém familiar estiver ao seu lado durante este período;


Em casos considerados extremos, consulte um veterinário. É possível que ele prescreva uma

medicação para que o cão mantenha-se calmo.


Até mais! :)

#barulho #medo #cachorro #saudecanina #veterinaria #dicas

134 visualizações

Autenticão 2018

Todos os direitos reservados

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Google+ Icon

Autenticão - São Paulo - ​30.041.893/0001-84​ - PAC 9 dias úteis / Sedex 6 dias úteis

Site created by Carolina Koury