Cartão Animal



Tudo começou com um olhar sobre as novas famílias. Cada vez mais os casais optam por ter cachorro antes de ter filhos. Com um crescente número de cães nos lares brasileiros, Herick Ferreira, CEO da Cartão Animal viu a oportunidade de investir no mercado pet.


- Depois de ter trabalhado com outros segmentos - B2B (Business to business: empresas que prestam serviços para outras empresas) - resolvemos arriscar no setor de tecnologia voltado para o mercado pet. Vimos que muitas famílias gastavam muito com roupinhas e acessórios, mas não se preocupavam com proteção e segurança do animal. Vimos aí uma brecha para investir. Resolvemos juntar tudo em um só produto: vacinação, acompanhamento de saúde e um acessório de identificação de cães - conta ele


"A gente quer que o cliente se sinta seguro e satisfeito com o pingente, facilitamos a troca, buscamos aprimorar sempre a plataforma... Nosso objetivo é atender bem para fidelizar o cliente e fazer com que ele indique para outras pessoas"

Herick também é professor e dono de uma empresa de software , o que facilitou muito o desenvolvimento da ferramenta online que reúne diversos tipos de acompanhamento de saúde do animal. Eles começaram pela ferramenta e, depois de uma conversa com o coordenador do curso de Agronomia e Veterinária, conheceu um sistema de identificação de doenças em folhas via Qr code. A ideia foi aplicada ao projeto da coleira, direcionando o leitor a ficha completa do animal quando esse lê o código na parte traseira da placa de identificação.


- A ideia é facilitar a vida de quem encontra um animal perdido. Geralmente as placas possuem apenas um telefone para contato... Se o dono não atende o telefone por não reconhecer o número da ligação ou não escuta o telefone, ele já não consegue contato com quem está com seu cão. Agora imagina, a pessoa entra no nosso site, digita o URA (número de identificação da coleira) ela já recebe todas as informações do pet e o dono já recebe a localização. Lendo o Qr code é mais fácil ainda! Quanto mais pessoas se inscrevem na plataforma mais fácil fica de encontrar e ajudar - explica ele


Atualmente a Cartão Animal se dedica a identificar não só animais domésticos, como também os de moradores de rua. O projeto visa ligar o tutor ao seu cão e evitar a falsa ideia de que aquele cão está abandonado. Para Herick, a maior dificuldade enfrentada pela Cartão é a conscientização da importância do uso de identificação em cães. Algumas pessoas ainda acham que plaquinhas são itens superficiais, quando na realidade elas são um fator imprescindível!


- Muitas pessoas usam a plaquinha de identificação apenas quando levam seu animal na rua. Isso é um erro! Uma porta aberta, portão mal fechado podem ser possibilidades para fuga.Tem também aqueles que acreditam que o microship é suficiente... Nem todos possuem leitores para microship atualmente, não há base centralizada entre fabricantes! O uso da placa não é dispensável - alerta ele


Quando perguntei ao Herick sobre dicas para novos empreendedores, ele diz que a melhor forma de fazer dar certo é se colocar no lugar do cliente. Pensar, tanto o produto, quanto o serviço, da forma com a qual você gostaria de ser atendido muda a visão que você tem sobre seu negócio!


- A gente quer que o cliente se sinta seguro e satisfeito com o pingente, facilitamos a troca, buscamos aprimorar sempre a plataforma... Nosso objetivo é atender bem para fidelizar o cliente e fazer com que ele indique para outras pessoas. - diz ele.


Você curtiu essa história e o produto? Que tal garantir o seu com desconto especial da parceria? Use o cupom autenticao10 no site https://cartaoanimal.com.br/ e peça sua plaquinha!


Até mais!

#tecnologia #empreendedorismo #investpet #cartãoanimal #novidade #placadeidentificação #customize #plataforma

55 visualizações

Autenticão 2018

Todos os direitos reservados

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Google+ Icon

Autenticão - São Paulo - ​30.041.893/0001-84​ - PAC 9 dias úteis / Sedex 6 dias úteis

Site created by Carolina Koury