Consultas veterinárias preventivas

Você leva seu amigo de quatro para ao veterinário apenas quando esse apresenta problemas visíveis de saúde? A Dra. Ana Cristina te explica o que é consulta preventiva e como ela pode evitar problemas futuros



Temos o perigoso hábito de levar os pets à clínica veterinária somente quando eles ficam

doentes ou quando desejamos realizar algum procedimento, como a castração. Embora essas atitudes sejam essenciais, os animais necessitam, ainda, de cuidados profissionais periódicos.


Quando falamos no assunto "consulta preventiva", o que vem na cabeça de todos é prevenção de doenças, e de certa forma isso é correto, porém, nem todas doenças podem ser prevenidas, mas um organismo saudável ajuda a minimizar danos causados por doenças mais graves. Curar uma doença tem o custo mais alto e riscos maiores para o animal, além de causar mal-estar, dores, perda da qualidade de vida e outras coisas ruins para o cão e os familiares que gostam dele. Prevenir uma doença ou o quadro de uma doença, é impedir com que ela se manifeste ou, se ela se manifestar, que seja de uma forma mais branda, gerando melhor qualidade de vida para o cão. É muito ruim para os tutores, verem seu cão doente ou com dor, apático, sem apetite, etc.


O primeiro passo é ter um veterinário de confiança, que auxilie na compra do filhote ou na

adoção. Esse veterinário pode acompanhar o cão por toda a vida, sabendo de todo o seu

histórico, e principalmente, sendo consultado para orientar sobre manejo, alimentação, rotina

na casa, escovação, banhos, vacinação, atividade física etc. Consultas e visitas de rotina, junto com exames necessários ou determinados procedimentos, são de extrema importância.


Os animais de estimação devem ser acostumados a fazer o check-up desde filhotes. A

frequência ideal das consultas de prevenção varia: os filhotes precisam ir a cada 21 a 30 dias,

no primeiro ano de vida, os pets adultos, uma vez por ano, enquanto os idosos precisam de

cuidados semestrais. Se o seu cão já sofre de alguma doença ou possui algum tipo de predisposição, a periodicidade das visitas pode variar, conforme a indicação do veterinário. Nesse check-up, o veterinário realizará um exame físico e solicitará análises laboratoriais. “Animais não falam, por isto, os exames falam por eles” e, desta forma, tornam-se essenciais. Com os resultados em mãos, será possível saber, com maior precisão, o estado geral da saúde do seu animal e diagnosticar possíveis doenças o mais breve possível, além de proteger sua família contra doenças que possam ser transmitidas entre o cão e as pessoas.


É muito importante contar com um profissional que possa acompanhar o histórico de saúde do pet, ou, ao menos, levá-lo sempre ao mesmo local onde ficam os registros das passagens

anteriores do animal para avaliá-lo corretamente. Algumas doenças caninas quase não apresentam sintomas, porém, podem ser graves e levar o animal à morte. No check-up veterinário, algumas delas podem ser identificadas, como artrites/artroses, câncer, doenças cardiovasculares, doenças endócrinas, doenças renais e otite.


A medicina veterinária preventiva evoluiu muito e contribui cada vez mais para que tutores e

animais de estimação tenham uma vida de companheirismo melhor e por muito mais tempo.

Lembre-se que é sua obrigação como tutor proporcionar aos seus animais de estimação uma

vida confortável e saudável, pois eles não podem fazer isso sozinhos. Jamais deixe de levá-los para as consultas de rotina e, se ainda não marcou a sua, aproveite para fazer isso agora

mesmo!


Até a próxima!

#familyvet #prevenção #consulta #veterinária

33 visualizações

Autenticão 2018

Todos os direitos reservados

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Google+ Icon

Autenticão - São Paulo - ​30.041.893/0001-84​ - PAC 9 dias úteis / Sedex 6 dias úteis

Site created by Carolina Koury