O tempo não para. Mas e o treino do seu cão? Para quando?

O Oliver da Cão com Manteiga conta para nós nesse post sobre o tempo necessário para treinar o seu cão e se existe hora de parar de ensinar. Ficou curioso? Vem ler!




"Quanto tempo se deve estudar para passar num concurso público"

"Quanto tempo se deve fazer exercício para emagrecer"

"Quanto tempo se deve praticar para ter fluência em um idioma"

Essas questões são comuns para nós, humanos, mas servem para ilustrar meu ponto de ista sobre uma questão muito recorrente entre tutores, com relação a seus cães: quanto tempo de dedicação é necessário para treinar um cão?

Nenhuma das quatro dúvidas tem uma resposta definitiva. Porque existem muitas variáveis que podem facilitar ou dificultar cada uma das situações. Tempo, motivação, habilidade, perfil

individual, o profissional que está ensinando, distrações, seus objetivos, saúde são alguns desses influenciadores. O treinamento de cães não é uma Ciência Exata. Mas é Ciência.


Então, podemos definir alguns critérios para você avaliar em si e no seu cão - ou em cada um

dos seus cães - para ter em mente quanto esforço terá que fazer nos treinamentos.

Primeiro, o perfil individual do cão. Existem cães sociáveis, mas também existem os reativos,

os medrosos. Animais novos, adultos ou idosos. Com problemas de saúde, físicos ou perfeitamente saudáveis. Com preferências por brinquedos, por petiscos, por farejar, por outros cães para se manterem motivados. Cães mais sociáveis, sem tantos comportamentos

consolidados, sem problemas de saúde ou físicos e facilmente motivados podem levar menos tempo para serem treinados. Mas isso não significa que outros perfis não consigam aprender. Talvez o tempo e/ou o esforço precisem ser maiores.


Segundo, seu objetivo. Essa parte é fundamental para definir, não só como será a frequência e a intensidade dos treinos, mas também toda a relação entre tutor e cachorro. Muitas pessoas desistem ou passam a ter uma relação desgastada com seu bichinho. Isso devido à frustração por terem traçado objetivos exagerados ou que demandem esforços maiores do que querem ter. Além de buscar resultados viáveis, é importante reconhecer os avanços em direção a eles, por menores que eles sejam. Assim, você mantém a motivação e continua com os treinos para alcançar resultados maiores.


Terceiro, o tempo. O cachorro não é uma máquina, que você pode programar. Nem o tutor.

Treinar à exaustão só vai prejudicar - aliás, até as máquinas sofrem desgastes com o uso

excessivo. Mas não treinar não vai levar a lugar algum. É preciso encontrar um equilíbrio entre

o tempo que o tutor tem disponível e a frequência que os treinos continuam sendo produtivos e recompensadores para ambos. Nesse ponto, você pode ter auxílio de um treinador profissional, mas não recomendo terceirizar completamente essa função, já que você vai conviver com seu cão e precisa entender como continuar treinando no dia a dia. Dependendo do objetivo, treinos diários de uns 10 a 20 minutos, divididos em sessões ao longo do dia, podem ser suficientes para se ter bons resultados. Mas alguns problemas comportamentais mais complexos podem demandar um esforço diário por longos períodos. Reatividade, agressividade e medo são exemplos que precisam de treinamento constante e com resultado que não surge de uma hora pra outra.


Gosto muito de uma citação atribuída ao filósofo grego Heráclito: "Um homem nunca se banha duas vezes no mesmo rio". Na segunda vez que for ao rio, nem o homem, nem o rio serão os mesmos. Voltando para a nossa realidade, os treinos com cada cachorro podem ser diferentes comparando um com o outro, assim como o tempo que cada um vai levar para alcançar o objetivo. Por isso, além das dicas que já dei acima, aí vão algumas dicas importantes:


- Nunca compare comportamentos de seu cão com os de outro. Cada um é único.

- Em geral, separar 5 a 10 minutos, 2 ou 3 vezes no dia, para treinar pode trazer resultados

satisfatórios.

- As duas dicas anteriores vão fazer você compreender muito bem seu cão para preparar os

treinos e conseguir resultados melhores.

- Não se preocupe com quanto tempo vai demorar para atingir o objetivo. O mais importante é respeitar os limites do cão, os seus limites, manter a motivação de ambos e curtir as interações e evoluções.

#adestramento #cãocommanteiga #tempo #cachorro #dedicação

40 visualizações

Autenticão 2018

Todos os direitos reservados

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Google+ Icon

Autenticão - São Paulo - ​30.041.893/0001-84​ - PAC 9 dias úteis / Sedex 6 dias úteis

Site created by Carolina Koury