Vacinação canina: tudo o que você precisa saber

Atualizado: 4 de Jul de 2018

Completar corretamente o ciclo de vacinação é muito importante para a saúde do seu animal! Acompanhe o post para evitar erros e prejuízos



Muitas doenças infecciosas e fatais são prevenidas pela vacinação. A importância da vacinação vai além da saúde de seu cachorro, mas também da sua família, pois algumas delas podem passar do pet para humanos.


Há dois tipos de vacinas: as essenciais e as opcionais. As duas essenciais são a antirrábica

(obrigatória por lei*) e a múltipla (V10 ou V8). Os filhotes e pets com “história desconhecida” geralmente precisam receber 3 a 4 doses da múltipla, com intervalo de 21 a 30 dias, a partir dos 45 a 60 dias de vida. A antirrábica deve ser aplicada a partir dos 3 a 4 meses de idade. Geralmente depois dela, seu pet está liberado para passear na rua protegido.


As cinco vacinas opcionais são contra a Gripe canina, a Giardíase, a Leishmaniose, a

Leptospirose e a Dermatofitose. Podem ser indicadas 2 doses caso seu cão seja de raças de

focinho curto, você deseje que ele frequente hotelzinho e pet shop, passeie em parques,

viaje, vá para fazendas ou se ele apresentar problemas específicos de pele - por exemplo.


Desde que seja aplicada por médico veterinário, a vacinação é um procedimento bastante

seguro. Alguns pets mais sensíveis podem desenvolver reações como febre, falta de apetite e

quietude, que podem durar de 2 a 3 dias. Podem também formar uma “bolinha” dolorosa no

local da aplicação, que deve desaparecer com tempo.


A proteção conferida pelas vacinas tem duração que pode variar de seis meses a um ano ou

mais, necessitando de reforços em cães adultos, nas datas estipuladas e não devem ser

atrasadas.


O que determina a eficácia é a forma como a vacina é armazenada e aplicada. Devem ter

controle rígido, armazenadas sob temperatura controlada e em geladeira exclusiva para

produtos biológicos.


As campanhas de vacinação maciça e gratuita, são uma medida adotada pelo governo com

objetivo de erradicar a raiva no Brasil. Nessas condições, a vacina é aplicada por profissionais

não veterinários e a quantidade de pets para recebê-la costuma ser grande. Infelizmente não

há viabilidade de fazer uma avaliação veterinária anterior e não há controle do local e da

temperatura exata de armazenagem. É desaconselhável recomendar um programa padrão de vacinação para todos os indivíduos. O médico veterinário é o único profissional capacitado para indicar qual o calendário ideal de vacinação pro seu pet, levando em consideração as suas particularidades individuais.


Não deixe de vacinar seu melhor amigo!


Até mais :)


*Segundo Decreto n° 24.548, de 3 de julho de 1934

#vacinacao #canina #veterinaria #cachorro #saude #precisa #saber

77 visualizações

Autenticão 2018

Todos os direitos reservados

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White Google+ Icon

Autenticão - São Paulo - ​30.041.893/0001-84​ - PAC 9 dias úteis / Sedex 6 dias úteis

Site created by Carolina Koury